• Doe agora

    13 de Fevereiro, 2020

    Devota segue tradição familiar em visita a Tambaú

    Além do motivo de sua visita, Ilza Chrispim contou um pouco sobre a amizade entre o seu pai e o Beato brasileiro.

    Ilza Chrispim, 79 anos, é professora já aposentada e reside em Mogi das Cruzes (SP). Esteve em Tambaú, no último mês de dezembro de 2019, para realizar um pedido ao Beato Donizetti. A Mogiana participou da celebração da Missa no Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú (SP) e, depois, visitou a casa onde morou o beato, relatando o amor pela música nutrido por Donizetti.

    Durante a visita, a devota relatou sobre a amizade entre seu pai e o Beato Donizetti. "Meu pai, Mário Chrispim, tocava piston e sax e foi maestro da banda musical Guarani na cidade de Casa Branca (SP), que fica há 30 kms de Tambaú. Ele se encontrava constantemente com o Padre Donizetti porque ajudava nas partituras das músicas para as bandas das duas cidades. O Padre apreciava demais as músicas e acompanhava as apresentações da banda. Meu pai sempre nos falava sobre a simplicidade do Sacerdote, que dormia num estrado de madeira coberto por um lençol. A amizade deles durou por muitos anos até o seu falecimento”, contou.

    Ilza estudou letras, pedagogia e administração escolar na Escola de Cidadania da Faculdade Paulo VI. Exerceu a função durante 12 anos com crianças portadoras de necessidades especiais, sendo uma verdadeira escola de vida, segundo ela. "A música está no sangue de minha família. Meu sobrinho Ari Júnior tocava na banda de rock RC Veia do filho do rei Roberto Carlos, o Dudu Braga", contou a professora.

    Antes de retornar para sua cidade, ela falou o motivo de estar aqui nesta data, referindo-se à necessidade de sua irmã. "Minha família tem uma ligação muito forte e direta com o Beato, através do meu querido pai. Recebemos várias graças ouvindo sua bênção pelo rádio divulgada pelo Pedro Geraldo Costa. Hoje, estou aqui com muita fé para fazer um pedido para minha irmã que está necessitando da intercessão do Bem-Aventurado. Vamos rezar bastante para que ele alcance logo a canonização e se torne um santo universal de nossa Igreja", pontuou.

    Por: Amex, com Santuário de Tambaú